sábado, 17 de fevereiro de 2018

Decretada Intervenção Militar no Rio de Janeiro

O povo brasileiro também merece paz.
Estamos exaustos, cansados demais com tudo o que está se apresentando.
Nada mais está nos trilhos, todas as coisas estão conspirando para que o
crime organizado realmente tome conta da nação e que ninguém mais possa
viver em paz nesta zorra de País.
Respeito a minha Pátria e a quero de volta. Quero minha Pátria, com
minha bandeira, verde, amarela, azul e branca; com nosso Hino Nacional e
com homens decentes no comando da nação e no comando das empresas que
sempre nos deram muito orgulho, porque sempre contribuíram para que
nosso País fosse motivo de orgulho no exterior.
Que esse período de ostracismo, onde a canalhada comunista, tentou levar
o País para a lata de lixo da história, tenha finalmente um fim. Que
possamos encontrar finalmente a paz tão sonhada, com a perspectiva de um
País melhor para nossos filhos e netos, porque infelizmente hoje, nosso
país respira pólvora, maconha e tudo o mais que não presta, mas que é o
que nos dão. Como se essa fosse a nossa cota, o nosso quinhão, nesta
terra de ninguém.
Pois bem, que venha a Intervenção Militar, e que não seja somente no Rio
de Janeiro, mas que atinja a todos os rincões deste País maravilhoso que
é o nosso Brasil querido.

(ap. Ely Silmar Vidal - Teólogo, Psicanalista, Jornalista e presidente
do CIEP - Clube de Imprensa Estado do Paraná)

Contato:
(014) 41 9 8514-8333 (Oi)
(041) 41 9 9820-9599 (Tim)
(015) 41 9 9109-8374 (Vivo)
(021) 41 9 9821-2381 (WhatsApp)

Mensagem 160218 - Decretada Intervenção Militar no Rio de Janeiro -
(imagens da internet)

Que o Espírito Santo do Senhor nos oriente a todos para que possamos
iluminar um pouquinho mais o caminho de nossos irmãos, por isso contamos
contigo.

Se esta mensagem te foi útil, e achas que poderá ser útil a mais alguém,
ajude-nos:
(ficaremos muito gratos que, ao replicar o e-mail, seja preservada a fonte)

leia este texto completo e outros em:

[youtube=http://youtu.be/rv66WWzrwbY]

http://www.portaldaradio.com

#COJAE

Ideologia quero uma para viver

Quando o problema não está na ideologia, só nos resta buscar entender o
que é que existe por trás dessas mesmas ideologias.
Veremos sempre que o homem é quem está por trás de cada sistema
ideológico e que portanto, por sua própria natureza corrupta, sempre
procurará locupletar-se pela ideologia proposta, sabemos então, que, não
importa a ideologia, dê-lhe a que quiser, e ele mesmo a destruirá em
prol de seus interesses nefastos de ascensão e permanência no poder.
Teus ideais, independentemente de ideologia são os de viver bem, de
usufruir do básico que a sociedade lhe propõe em troca da carga
tributária a que você é submetido. E você, não importando que ideologia
siga, a menos que sejas um jumento, não te satisfará com menos do que o
que está proposto pelos códigos da sociedade que vive. Portanto, não
encontro razoabilidade, quando alguém que te rouba, o dinheiro de teus
impostos, os teus sonhos, o teu direito de ir e vir, o teu direito de
clamar pelo que é correto, ainda passa a ser canonizado, tal como o
seria um "Robin Hood". Ora, ora, ora, os fins não justificam nunca os
meios. O que é teu por direito, o é, porque naturalmente você tem
cumprido com tuas obrigações, uma vez que a cada direito, correspondem
as obrigações coerentes, decorrentes dos mesmos códigos que fazem com
que a máquina social funcione.
Existem irregularidades? Então é mais fácil corrigí-las, do que
simplesmente tentar mudar, quando a próxima ideologia, por ser gerada e
gerida por um homem exatamente como você, encontrará as mesmas brechas
que faz com que esta não funcione.
Sejam todos sempre muito bem-vindos.

(ap. Ely Silmar Vidal - Teólogo, Psicanalista, Jornalista e presidente
do CIEP - Clube de Imprensa Estado do Paraná)

Contato:
(014) 41 9 8514-8333 (Oi)
(041) 41 9 9820-9599 (Tim)
(015) 41 9 9109-8374 (Vivo)
(021) 41 9 9821-2381 (WhatsApp)

Mensagem 150218 - Ideologia quero uma para viver - (imagens da internet)

Que o Espírito Santo do Senhor nos oriente a todos para que possamos
iluminar um pouquinho mais o caminho de nossos irmãos, por isso contamos
contigo.

Se esta mensagem te foi útil, e achas que poderá ser útil a mais alguém,
ajude-nos:
(ficaremos muito gratos que, ao replicar o e-mail, seja preservada a fonte)

leia este texto completo e outros em:

[youtube=http://youtu.be/81SAjXMAwXQ]

http://www.portaldaradio.com

#COJAE

sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

O Perfil de um EsquerdoPaTa

Depois de 55 anos de vida, enquanto psiquiatra, parei para refletir
sobre o perfil psicológico da imensa maioria dos esquerdopatas.
Foram péssimos estudantes, a maioria com várias repetições de ano. Mas
são de família de classe média, onde sempre sofreram pressão pra "ser
alguém na vida".
Como são preguiçosos, sem disciplina e folgados, precisam arrumar um
jeitinho para se dar bem e se fazerem passar por coisas que não são,
pensam ser! Fingir que é culto, "engajado", e "crítico", o que rende pontos.
Assim, prestam vestibular sem concorrência, de preferência em um curso
de Geografia, Ciências Sociais e História.
Então, começam sua carreira de charlatanismo. Alguns pouquíssimos estão
em cursos como Direito, Medicina, Engenharia, Administração, Economia
mas, como não são chegados a estudar, terminam por trancar a matrícula
ou mudam de curso. E, muito dificilmente, se enturmam quando tentam
esses cursos acima e assemelhados.
Ali, na universidade, encontram todas as ferramentas: professores
barbudinhos, livros de esquerda, cigarros de maconha, palestras com
"doutores" no assunto; e até o assédio de políticos "guerreiros" do PT,
do PC do B et caterva.
É claro que não estudam nada! Vivem o tempo todo no DCE, ligam-se à UNE,
deitados no chão, passeando no campus com aquelas mochilas velhas,
calças cargo, sandálias de couro e cabelos ensebados.
Alguns começam a se infiltrar nos sindicatos e nas reuniões dos Sem-terra.
Já começam a se achar revolucionários e reserva intelectual das massas
proletárias exploradas; e também das causas revolucionárias.
Assim, se passam por intelectuais, cultos, moderninhos e diferentes.
Sentem-se mais seguros para atacar as mulheres, achando que elas são
doidas por esse tipo de gente. Começam a ver os amigos que estão
trabalhando ou cursando Engenharia, Direito, Medicina, Administração ou
Economia como pobres coitados que não tiveram a chance da "iluminação".
Como não trabalham e vivem apenas da mesada, estão sempre sem grana. Aí
começa a brotar a inveja, o ódio de quem se veste um pouco melhor ou tem
um carrinho popular. Estes, são os chamados "porcos capitalistas" ou
"burgueses reacionários"!
Começam uma fase ainda mais aloprada da vida quando passam a ouvir Chico
Buarque e músicas andinas. Nessa fase, já começam a pensar em se tornar
terroristas, lutar ao lado dos norte-coreanos, admiram Cuba, Venezuela 
e, muitos deles, apoiam o Irã e não acreditam no holocausto judeu!
Fingem esquecer do episódio do muro de Berlim e da queda do comunismo na
antiga União Soviética. Não usam mais desodorante e a cada 5 minutos
aparece nas suas mentes a imagem de um MacDonald's totalmente destruído.
Mas é claro que o que querem não é a revolução, isso é apenas uma
desculpa. Como são incompetentes pra quase tudo, até mesmo para bater um
prego na parede, e como sentem vergonha de fazer trabalhos mais simples,
por serem arrogantes o suficiente para não começar por baixo, querem
saltar etapas.
Querem, no fundo, a coisa que todo esquerdista (esquerdopata!) mais
deseja, mesmo que de forma sublimada: um emprego público! Mas, aí surge
um outro problema: é a coisa mais difícil passar em um concurso! É
preciso estudar (argh!).
Por isso, sonham com a "revolução" proletária, com a tomada do poder por
uma elite da esquerda, nas quais eles estão incluídos, obviamente,
afinal são da mesma tribo!
Consequentemente, ocuparão, por indicação, um cargo comissionado em
alguma repartição qualquer, onde ganharão um bom salário para poder
aplicar seus "vastos e necessários conhecimentos" adquiridos durante
anos na luta pela derrubada do sistema capitalista imundo.
Nessa fase, mudam e se contradizem: cortarão o cabelo, usarão terno,
passarão a apreciar bons vinhos e restaurantes. E, dependendo do cargo
que ocuparão, até motorista particular terão!
E, sem dó, enfiarão a mão – e com muito tesão – no dinheiro dos cofres
da nação!!! Claro, que pela nobre causa socialista e para o bem dos
trabalhadores, postura sem noção!
Tenho certeza que, após esta leitura, você lembrou de vários vizinhos,
conhecidos, colegas, políticos etc...

(Edson Ferreira do Nascimento - psiquiatra e psicoterapeuta - Ribeirão
Preto - SP - 016-3610-9571)

(ap. Ely Silmar Vidal - Teólogo, Psicanalista, Jornalista e presidente
do CIEP - Clube de Imprensa Estado do Paraná)

Contato:
(014) 41 9 8514-8333 (Oi)
(041) 41 9 9820-9599 (Tim)
(015) 41 9 9109-8374 (Vivo)
(021) 41 9 9821-2381 (WhatsApp)

Mensagem 140218 - O Perfil de um EsquerdoPaTa - (imagens da internet)

Que o Espírito Santo do Senhor nos oriente a todos para que possamos
iluminar um pouquinho mais o caminho de nossos irmãos, por isso contamos
contigo.

Se esta mensagem te foi útil, e achas que poderá ser útil a mais alguém,
ajude-nos:
(ficaremos muito gratos que, ao replicar o e-mail, seja preservada a fonte)

leia este texto completo e outros em:

[youtube=http://youtu.be/FW1fJx6f7rk]

http://www.portaldaradio.com

#COJAE

quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

As Forças Vivas da Nação

Faz cinquenta e seis anos. Era o ano de 1961 e cursávamos  o último ano
da Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN),  integrando a Turma do
Sesquicentenário. Parece que foi ontem, mas já decorreu um bom tempo.

Muito jovens ainda, totalmente, voltados para os estudos acadêmicos e
para a formação militar, pela primeira vez ouvimos ou, pelo menos,
botamos atenção no termo "crise política". Foi em 24 de agosto, quando o
excêntrico presidente Jânio Quadros, de forma surpreendente e sem motivo
relevante aparente, renunciou ao seu cargo, mergulhando o país num clima
de incertezas que só teria o seu culminar no dia 31 de Março de 1964.

Não saberia dizer se foi aquela a causa maior do deflagrar do Movimento
Revolucionário, mas que sua influência foi decisiva, disso não há a
menor dúvida. Nossa formação foi pouco influenciada pela situação
política criada e por seus efeitos na vida da nação. Fomos praticamente
blindados em relação aos danos causados pelo tresloucado ato do
presidente. De transtorno mesmo, apenas o adiamento da data da formatura
que só pode ser concretizado no último dia do ano. Quase fomos formados
em 1962.

Só mais tarde pude perceber o quanto foram importantes, na época, os
chefes que estavam à frente da Academia. Todos oficiais de elite da
Força e que nos anos seguintes, já no governo da Revolução, ocupariam os
mais relevantes postos. O comandante, general Adalberto Pereira dos
Santos, viria a ser o vice-presidente no período Ernesto Geisel; o
subcomandante, coronel Emílio Garrastazu Médici, ainda no final daquela
conturbada década de sessenta ocuparia a presidência do país; e o
comandante do Corpo de Cadetes, coronel Antônio Jorge Corrêa que em 1974
seria o ministro chefe do Estado-Maior das Forças Armadas, precursor do
Ministério da Defesa, não sem antes ser cogitado para a própria
presidência do país. Que timaço!!! Sorte a nossa.

Não chegamos a ter, portanto, os cadetes de 1961, participação efetiva
nas conspirações, planejamentos e preparativos do 31 de Março. Éramos
muito jovens, bisonhos segundo-tenentes, ainda preocupados e envolvidos
unicamente com a complementação do aprendizado castrense que só a vida
na tropa nos proporciona.

Mas sentimos, sim, logo ao nos apresentarmos nas nossas unidades, no
início de janeiro de 1962, o tormentoso clima de instabilidade política,
social e econômica que reinava em todos os cantos do país. A ameaça
comunista, sob as vistas e incentivo do próprio presidente da República
avançava a passos largos.

Quem foi, como nós, designado para servir no Rio de Janeiro viveu
intensamente aquele período executando operações de manutenção da ordem
pública. Na prática, o coração político do Brasil ainda pulsava aqui.
Era aqui que tudo acontecia e ressoava. Vivíamos em eterno regime de
prontidão nos quartéis e em ação nas ruas para impedir a anarquia
promovida pelos agitadores vermelhos durante todo o período que
antecedeu a Revolução Democrática. Visitas às nossas famílias só
esporadicamente e por tempo sempre muito curto.

Até que tudo explodiu e por exigência e convocação das forças vivas do
país – o povo, a mídia, a Igreja, a massa dos brasileiros enfim – as
Forças Armadas intervieram. Não por pressão dos Yankees, como passaram a
afirmar os derrotados, os mal-intencionados, os desinformados e os
saudosistas de uma ideologia fracassada em todos os cantos do planeta.

As consequências do que ocorreu nos anos que sucederam o 31 de Março são
incontestáveis: resumidamente, um excepcional crescimento do país que do
nada passou à oitava economia do mundo e o banimento da ameaça
comunista, fragorosamente derrotada. Fomos felizes por bom tempo. E
sabíamos. Só não merecíamos o que veio depois.

É pelos longos anos que já vivemos e por tudo o que testemunhamos e
participamos, ontem e hoje, que não ouso afirmar se os fatos que
provocaram 64 foram mais graves do que os que hoje atormentam nosso
país. Realmente não sei. Lá havia, sobretudo, uma ameaça de cunho
ideológico. Inimigos caracterizados. E quase todas as motivações e ações
que os moviam estavam direcionadas para a tomada do poder e para a
implantação de um regime marxista. Um atentado aos nossos princípios e
valores democráticos. Foi por eles que lutamos, foi por eles que a nação
exigiu que as Forças Armadas deixassem os quartéis. Nada mais
justificável. Caso de Segurança Nacional.

E agora? Em meio à desordem política, econômica e social quem são nossos
inimigos? Motivações ideológicas de cunho marxista na política nacional
certamente ainda persistem, mas estão muito, muito longe de ser a
questão principal. E ela é quase sempre um biombo para encobrir
intenções bem menos nobres.

O problema, amigos, é a corrupção deslavada que disseminou-se por todos
os setores da vida nacional promovida a partir do meio político. Uma
parcela absurda de dirigentes e políticos do mais alto coturno está
envolvida nos mais escabrosos casos de roubo do dinheiro público. A
única preocupação deles, hoje, é preservar o que puderem do produto do
butim e livrarem-se da cadeia.  São eles os inimigos.

O Brasil é hoje visto como o mais corrupto dos países. Vergonha!  E é
por causa disso, acima de tudo, que chegamos próximo do colapso. Em
princípio um caso de polícia contra ladrão, primeiro, e de aplicação de
leis pela Justiça do País depois.

Vejam bem, que não ousem obstruir a aplicação da Lei. Seria a decretação
do fim da Democracia, e aí, outra vez as forças vivas de 64 poderão se
manifestar.

(Gen Gilberto Rodrigues Pimentel - Presidente do Clube Militar - 17/03/17)

(ap. Ely Silmar Vidal - Teólogo, Psicanalista, Jornalista e presidente
do CIEP - Clube de Imprensa Estado do Paraná)

Contato:
(014) 41 9 8514-8333 (Oi)
(041) 41 9 9820-9599 (Tim)
(015) 41 9 9109-8374 (Vivo)
(021) 41 9 9821-2381 (WhatsApp)

Mensagem 140218 - As Forças Vivas da Nação - (imagens da internet -
fonte do texto: Clube Militar as-forcas-vivas-da-nacao)

Que o Espírito Santo do Senhor nos oriente a todos para que possamos
iluminar um pouquinho mais o caminho de nossos irmãos, por isso contamos
contigo.

Se esta mensagem te foi útil, e achas que poderá ser útil a mais alguém,
ajude-nos:
(ficaremos muito gratos que, ao replicar o e-mail, seja preservada a fonte)

leia este texto completo e outros em:

[youtube=http://youtu.be/Ppl7oUYlpgQ]

http://www.portaldaradio.com

#COJAE

A Força do Direito deve superar o Direito da força

Eduardo Juan Couture Etcheverry, Uruguaio de Montevidéu, nascido em
24/05/1904 e falecido em 11/05/1956
Deixa farta contribuição ao direito, de tal forma que ele passa a ser
conhecido, não somente em sua terra, como seu nome e suas obras passam a
correr o mundo.
Advogado prestigiado, considerado um dos mais influentes na área do
Direito no século vinte.
Participou ativamente de Revistas, Periódicos, e naturalmente, além de
aulas em diversos países, deixou uma obra interessantíssima, que não
deve ser lida, senão absorvida, a fim de que talvez, consigam entender
que o direito vai além de provar que teu cliente é inocente.
Os Fundamentos do Direito Processual Civil;
Estudos de Direito Processual Civil;
Vocabulário do Direito Processual Civil;
Projeto do Código de Procedimento Civil do Uruguay;
Introdução ao Estudo do Processo Civil;
Os Mandamentos do Advogado, mais conhecido como o "Decálogo do Advogado".

Infelizmente pessoas que hoje atuam nos salões jurídicos de nosso País,
até chegaram a conhecer o digníssimo mestre, porém, não beberam da fonte
de seu saber

1) ESTUDA - O Direito se transforma constantemente.  Se não seguires
seus passos, serás a cada dia um pouco menos advogado.

2) PENSA - O Direito se aprende estudando, mas se exerce pensando.

3) TRABALHA - A advocacia é uma árdua fadiga posta a serviço da justiça.

4) LUTA - Teu dever é lutar pelo Direito, mas no dia em que encontrares
em conflito o direito e a justiça, luta pela justiça.

5) SÊ LEAL - Leal para com o teu cliente, a quem não deves abandonar até
que compreendas que é indigno de ti.  Leal para com o adversário, ainda
que ele seja desleal contigo.  Leal para com o juiz, que ignora os fatos
e deve confiar no que tu lhe dizes; e que quanto ao direito, alguma
outra vez, deve confiar no que tu lhe invocas.

6) TOLERA - Tolera a verdade alheia na mesma medida em que queres que
seja tolerada a tua.

7) TEM PACIÊNCIA - O tempo se vinga das coisas que se fazem sem a sua
colaboração.

8) TEM FÉ - Tem fé no Direito, como o melhor instrumento para a
convivência humana; na Justiça, como destino normal do Direito; na Paz,
como substituto bondoso da Justiça; e, sobretudo, tem fé na Liberdade,
sem a qual não há Direito, nem Justiça, nem Paz.

9) ESQUECE - A advocacia é uma luta de paixões.  Se em cada batalha
fores carregando tua alma de rancor, sobrevirá o dia em que a vida será
impossível para ti.  Concluído o combate, ESQUECE tão prontamente tua
vitória como tua derrota.

10) AMA A TUA PROFISSÃO - Trata de conceber a advocacia de tal maneira
que no dia em que teu filho te pedir conselhos sobre seu destino ou
futuro, consideres uma honra para ti propor-lhe que se faça advogado.

(ap. Ely Silmar Vidal - Teólogo, Psicanalista, Jornalista e presidente
do CIEP - Clube de Imprensa Estado do Paraná)

Contato:
(014) 41 9 8514-8333 (Oi)
(041) 41 9 9820-9599 (Tim)
(015) 41 9 9109-8374 (Vivo)
(021) 41 9 9821-2381 (WhatsApp)

Mensagem 140218 - A Força do Direito deve superar o Direito da força -
(imagens da internet)

Que o Espírito Santo do Senhor nos oriente a todos para que possamos
iluminar um pouquinho mais o caminho de nossos irmãos, por isso contamos
contigo.

Se esta mensagem te foi útil, e achas que poderá ser útil a mais alguém,
ajude-nos:
(ficaremos muito gratos que, ao replicar o e-mail, seja preservada a fonte)

leia este texto completo e outros em:

[youtube=http://youtu.be/ydFMc3FIkNc]

http://www.portaldaradio.com

#COJAE

Senador Ted Cruz humilhou o jornalista Esquerdista

Repórter: Você tem uma animosidade pessoal contra americanos gays?

Senador Ted Cruz: Deixe eu perguntar...
Tem alguma coisa na esquerda (e nisso eu incluo a mídia) que é obcecada
com sexo?
Porque a única pergunta que você quer fazer é sobre homossexuais?
Ok, você pode perguntar de novo, de novo e de novo...
Eu reconheço que você está lendo as questões da MSNBC.
Você não quer falar de política externa.
Eu reconheço que você quer fazer outra pergunta sobre direitos gays.
O Estado Islâmico está executando homossexuais.
Você quer falar sobre direitos dos gays?
Esta semana foi péssima para os direitos dos gays.
Por causa da expansão do Estado Islâmico.
A expansão de radicais islâmicos teocráticos e fanáticos.
Que crucificam cristãos, que decapitam crianças, e que matam homossexuais.
Você deveria estar mais preocupado com isso do que em fazer seis
perguntas sobre o mesmo assunto.

Repórter: Você tem uma animosidade pessoal contra americanos gays?

Senador Ted Cruz: Você tem uma animosidade pessoal contra CRISTÃOS, senhor?

Excelente vídeo publicado pelo twitter Capitalismo Opressor, onde vemos
o senador americano Ted Cruz, detonando a imprensa esquerdopata, que na
falta do que fazer, fica fazendo barulho para que todos em volta pensem
que eles trabalham.
Lamentável, porém verdadeiro.

(ap. Ely Silmar Vidal - Teólogo, Psicanalista, Jornalista e presidente
do CIEP - Clube de Imprensa Estado do Paraná)

Contato:
(014) 41 9 8514-8333 (Oi)
(041) 41 9 9820-9599 (Tim)
(015) 41 9 9109-8374 (Vivo)
(021) 41 9 9821-2381 (WhatsApp)

Mensagem 160118 - Senador Ted Cruz humilhou o jornalista Esquerdista -
(imagens da internet)

Que o Espírito Santo do Senhor nos oriente a todos para que possamos
iluminar um pouquinho mais o caminho de nossos irmãos, por isso contamos
contigo.

Se esta mensagem te foi útil, e achas que poderá ser útil a mais alguém,
ajude-nos:
(ficaremos muito gratos que, ao replicar o e-mail, seja preservada a fonte)

leia este texto completo e outros em:

[youtube=http://youtu.be/XZK_ezCwUyI]

http://www.portaldaradio.com

#COJAE

quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

Roderick Navarro grupo Rumbo Libertad

É claro que não irão entregar os corpos, pelos corpos, em uma exumação
de cadáveres, poderá ser vista até a forma como foram tratados após a
morte, e isso gera o repúdio internacional, uma vez que por essa análise
fica comprovada a total falta de caráter e ética desse modelo comunista
que se instalou na Venezuela. Se é que poderia haver algum modelo melhor
que isso.
Infelizmente o governo brasileiro está alinhado com o Foro de São Paulo
e não vai fazer absolutamente nada contra isso tudo, até porque muitos
estão preocupados agora, com a possibilidade de assumir o cargo de
presidente do Brasil, que ainda poderá vir em outubro.
Poderá, embora a possibilidade de uma eleição honesta seja remota, pois
as urnas continuam as mesmas, da SmartMatic, e os canalhas continuam no
STF, no STE, no STJ, na Câmara, no Senado, enfim, o poder continua
aparelhado e tem gente achando que vai derrubar o comunismo pelo voto.

(ap. Ely Silmar Vidal - Teólogo, Psicanalista, Jornalista e presidente
do CIEP - Clube de Imprensa Estado do Paraná)

Contato:
(014) 41 9 8514-8333 (Oi)
(041) 41 9 9820-9599 (Tim)
(015) 41 9 9109-8374 (Vivo)
(021) 41 9 9821-2381 (WhatsApp)

Mensagem 200118 - Roderick Navarro grupo Rumbo Libertad - (imagens da
internet)

Que o Espírito Santo do Senhor nos oriente a todos para que possamos
iluminar um pouquinho mais o caminho de nossos irmãos, por isso contamos
contigo.

Se esta mensagem te foi útil, e achas que poderá ser útil a mais alguém,
ajude-nos:
(ficaremos muito gratos que, ao replicar o e-mail, seja preservada a fonte)

leia este texto completo e outros em:

[youtube=http://youtu.be/P1Qkc-6fplw]

http://www.portaldaradio.com

#COJAE